Luiz Chaves - Entre em contato

Para adquirir obras:


Cel.: (31) 8749 0683

Belo Horizonte -Minas Gerais. - Brasil

e-mail : lui.chaves@yahoo.com.br

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Nova produção

Estamos preparando para o ano de 2010 uma coleção de pinturas abordando obras famosas numa visão particular.

Já concluimos : Degas,Modigliani,Leonardo Da Vinci,Johannes Vermeer,Sandro Botticelli. Outros ainda serão pintados.

Veja algumas obras originais:

Coletiva no Palácio das Arte - Belo Horizonte/MG

Prezados amigos,
visitem a exposição: 100 MONA LIZA que acontece no Palácio das Arte.
Sala Maristela Tristão.
temos uma bela obra lá.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

TEXTO MARISTELA TRISTÃO

LUIZ CHAVES e sua tapeçaria
Texto de MARI'STELLA TRISTÃO
(Jornal Estado de Minas - 01/11/1.988)
O Tapeceiro Luiz Chaves, natural de Jequitinhonha/MG
O artista iniciou-se na tapeçaria com Augusto Degois em 1.967.
Antes dedicava-se à pintura, mas foi na tapeçaria que ele encontrou sua melhor forma de expressão artística.
Já em 1.970 fez sua primeira exposição na Galeria Guignard, àquele tempo de propriedade de Sálvio de Oliveira.
Em 1.971 foi integrante da mostra "A Tapeçaria Mineira", por nós organizada na Grande Galeria do Palácio das Artes, entre grandes mestres tapeceiros da época, DEGOIS, Rubem Dario, Marlene Trindade, Maria Helena Andrés, etc...
Seguiram-se muitas exposições entre coletivas e individuais, sendo uma destas no Museu de Arte de Belo Horizonte.
Expôs em várias cidades brasileiras - São Paulo, Brasília, Goiânia, entre mineiras como Ouro Preto, Uberlândia, Uberaba, etc...
Dentre as coletivas destaca-se a participação na Segunda Trienal da Tapeçaria no Museu de Arte Moderna de São Paulo.
Os trabalhos desta exposição foram executados com o incentivo da Lei Sarney, através da Companhia Belgo Mineira.
O crítico Sálvio de Oliveira fala sobre a tapeçaria e recomenda o trabalho de Luiz Chaves.
" Vencer o preconceito que sempre envolveu a tapeçaria - considerada artesanato ou mera substituição de materiais pictóricos pelos têxteis (fios, lãs entrelaçada, pano... em lugar de pincel, as agulhas) - tem sido a grande meta dos artistas que dela fazem sua expressão.
Somente neste Século, prestes a findar, a tapeçaria passou a ocupar posição de arte maior.
Seus artistas - não são muitos em todo o mundo - conquistam, finalmente, os espaços que lhes são devidos.
Ainda mais, aventuram-se, mal consolidado o prestígio da tapeçaria junto aos outros gêneros e técnicas, a novas criações, também de "forma tecida".
Talvez seja prematura essa mudança que, por todas razões, deveria ser ainda embasada nos princípios rudimentares de uma arte têxtil secular.
Por isso, a maioria dos artistas do gênero permanece, assim, fiel, às "formas tradicionais", evoluindo dentro delas à procura de novos valores materiais e na retratação do momento em que vive o mundo.
Partindo de suas raízes - do folclore às grandes transformações políticas - tendo a serviço de sua criação o sensível uso da observação realística que torna mais forte sua arte.
Luiz Chaves é um deles.
Seus temas preferidos, como os classifica : o folclore nacional, o barroco, personagens da história, a narrativa urbana, etc...
Confirmando seu talento, em 1.970, bastante jovem, por mim convidado, para expor ma Galeria Guignard.
Daí para frente, não sem muita luta, impôs-se à crítica e ao público nacional, mesmo sem sair de Minas, mesmo sem a bajulação à imprensa e a pessoas influentes viessem a fazer do seu processo criativo.
Venceu porque tem imaginação, bom gosto, conhece os materiais e instrumentos do seu trabalho aplicado e consciente.
Acima de tudo, por não se deixar envaidecer.
Luiz Chaves tem lugar marcado na arte brasileira."

CURRICULO LUIZ CHAVES

LUIZ CHAVES
TAPEÇARIAS – PINTURAS
CURRÍCULO
Natural de Jequitinhonha – MG – 04/11/46
Começou a praticar a TAPEÇARIA em 1967, época em que conheceu AUGUSTO DEGOIS.
Após algum tempo executando suas próprias tapeçarias foi convidado pôr SALVIO DE OLIVEIRA para expor na Galeria Guignard.
Em 1971 participou de uma importante coletiva no Palácio das Artes a convite de MARISTELA TRISTÃO, com o tema A TAPEÇARIA MINEIRA, ao lado de DEGOIS, MARLENE Critica Maristela Tristão, RUBEN DARIO E MARIA HELENA ANDRÉS.
Seguiram-se várias exposições:
1971- Alberti Decorações – BH
1972- Salão Azul Hotel Del Rey – BH
1973- Decorações Brasília – Brasília DF
1973- Automóvel Clube – Uberaba – MG
1974- Clube de Uberlândia – Uberlândia – MG
1974- Expor 74 – MG
1975- Grande Hotel de Ouro Preto – MG
A Tapeçaria – SP
Arte Exposta – BH
Banco Itaú – SP
2º Trienal de Tapeçaria – MAM – SP
Palácio dos Leilões – BH
1983/84- Galeria Guignard – BH
1984- Hotel Bandeirantes – Goiânia – GO
1985- MUSEU DE ARTE DA PAMPULHA – 15 ANOS DE TAPEÇARIA – BH
Clube Alfavile – SP
Coletiva de tapeçaria s/ o folclore – Montes Claros – MG
Galeria da TELEMIG – Coletiva
Sociedade Mineira dos Engenheiros – BH – Tapeçarias
Caixa Econômica Federal – Coletiva Acervo da Caixa – Juiz de Fora – MG
1993- Pinturas e Tapeçarias – Salt Lake City – EEUU
1993- 40 anos da Telemig – BH
1994- Sociedade Recreativa Palmeiras – Pinturas – BH
1993- Caixa Econômica Federal – BH – Pinturas
Vários leilões – Palácio dos Leilões – BH
1996- 20 Tapeçarias s/ O Folclore do Brasil – Galeria Telemig – BH
1997- Tapeçarias – AS COISAS DE MINAS – CICI – BH
1998- Tapeçarias e Pinturas – AS COISAS DE MINAS – Arcos – MG
1998- Pinturas e Tapeçarias s/ Cidade de JEQUITINHONHA – MG – JEQUITIBAR
1998- Palácio das Artes – coletiva – Centro de Artesanato Mineiro – BH
1999- Sociedade Recreativa Palmeiras – Tapeçarias e Pinturas
2000- Saguão da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte – Tapeçarias e Pinturas sobre as Praças de Bhte.
2000- Ponteio Lar Shopping – Tapeçarias
2001- BH SHOPING- Tapeçarias e Pinturas/ Praças
2002- MINAS TENIS CLUBE -Tapeçarias sobre as praças de Bhte. Janeiro/02
2002- CENTRO CULTURAL YVES ALVES -TIRADENTES - 40 Desenho Bico de Pena (Cidade de Tiradentes/MG.)julho/02
2003- Sociedade Recreativa Palmeiras - BH - 20 Desenhos Bico de Pena (Cidades Históricas)
2003- Coletiva- Luiz Chaves-Yara Tupynabas-Olímpia Couto - Cidade do Porto Portugual -Outubro/2003(bico de Pena)
2004- Criação e Produção de 4 painéis para Fac. Newlton Paiva/MG. Cada painel medindo=5.00 x1.00 m.
2005- Exposição em Ouro Preto - Bico de Pena - Cidades Históricas - 20 obras.Fabrica de Chocolate-O.P./MG
2006- Exposição na Villa Rizza – Bico de pena – Casarões de Belo Horizonte
2007- Galeria Agnus Dei – BH. - Pinturas – 40 Anos de Arte
2009 – Pequena Galeria –Teatro da Cidade- Bhte. – Pinturas
Professor de desenho e pintura no Centro de Cultura NANSEN ARAÚJO – SESIMINAS.
Obras em vários países, como EEUU. FRANÇA, ITÁLIA, PORTUGAL, INGLATERRA.

Residência:
Rua Cardoso,51/203
Bairro: Stª Efigênia
Belo Horizonte - MG

Tel.: (31) 3463 0683 ou (31) 8749 0683

e-mail: lui.chaves@yahoo.com.br

quarta-feira, 27 de maio de 2009

CONVITE


AGUARDO TODOS VOCES.
CONVIDE OS AMIGOS.

sábado, 23 de maio de 2009

Minha familia


Esposa e filhas - Iara - Laura - Mariana - cecilia

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Entrevista de Luiz Chaves à TV MINAS


Assista,no link abaixo, entrevista do Artista Plástico Luiz Chaves à TV Minas.



quarta-feira, 20 de maio de 2009

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Belas fotos

www.com/photos/luizchaves/


Minha Pinturas

sábado, 16 de maio de 2009

Talentos do Palmeiras


Hoje no Clube Palmeiras teve o primeiro evento intitulado “TALENTOS DO PALMEIRAS”.

A homenagem foi ao artista plástico Luiz Chaves.

Organizado pela Diretora Social Jô Leal, a festa teve a participação do diversos associados e amigos do artista, da famosa “Turma do Siliba”.

Teve música, bebidas, tira-gosto e ainda o sorteio de três quadros de Luiz Chaves e brindes oferecidos pelo gourmet Pelusinho.

Subiram ao palco, e cantaram, Salvatore Luce, Jucão, Sérgio Pádua, Dé Vieira, Neneca, Afonso Peluso e Lourdes Ribeiral.

O Presidente do Clube, Antônio Curi, anunciou que o próximo homenageado será o grande cantor Gilberto Santana, ex-presidente do clube.

Parabéns à Jô Leal por mais esta realização de congraçamento que agradou a todos que compareceram.